O caminho para Washington, por Renata Laurino

2009 marcou a primeira participação da de USP na Competição Julgamento Simulado do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, já em sua 14ª edição, realizada pela American University, em Washington D.C. (saiba mais sobre a competição em http://www.wcl.american.edu/hracademy/mcourt/index.pt.cfm ). Embora a participação na Competição já houvesse sido projeto de gerações anteriores da Faculdade, valendo mencionar a participação do memorial da equipe em 2008, a equipe de 2009 foi a primeira a representar os alunos da Faculdade na American University, que naquele ano reuniu mais de 88 equipes de cerca de 34 países.

Para a pesquisa e formação da equipe, em outubro de 2008 foram selecionados seis alunos participantes e dois orientadores dentro da Faculdade. Após meses de estudos de caso e de pesquisa doutrinária e jurisprudencial, intensificada no início de dezembro com o lançamento do caso hipotético que tratava principalmente de imigração ilegal e refugiados, em meados de março a equipe oficial de dois oradores e um orientador foi selecionada, inscrevendo-se na Competição e em sua versão brasileira, organizada pela Secretaria Especial da Presidência da República (SEDH-PR), sediada pela PUC-Rio e realizada na primeira semana de Abril.

Equipe na etapa nacional da competição
Equipe na etapa nacional da competição

Após uma boa performance na etapa nacional, a equipe da USP passou às semi-finais no Rio e terminou com a 5ª colocação.

Paulistas comemorando na praia
Paulistas comemorando na praia

Em Washington, no dia 17 de maio de 2009, iniciou-se a Competição, que teve como vencedora a equipe da Universidad Veracruzana (México). A Equipe da USP, atuando como a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, representou Rosalie Fournier e seu filho, Bruno Tamba, contra o Estado fictício de Tinalândia, enfrentando uma Universidade carioca e outra alemã. Depois disso, com outros participantes da competição, a equipe conheceu as instalações da Comissão, assistiu palestras com advogados e membros da Comissão e da Corte Interamericana de Direitos Humanos, visitou uma sessão deliberativa no prédio da OEA, além de conhecer e trocar conhecimentos com equipes de diversas partes do mundo.

Sessão na OEA
Sessão na OEA

Mais uma cabeça brilhante na OEA
Mais uma cabeça brilhante na OEA

Para o ano de 2010, a USP contará com a experiência acumulada em um ano de pesquisa, e a nova equipe deve contar com alunos que se interessem em representar a Faculdade em simulações de renome internacional, que procurem conhecer o Sistema Interamericano de proteção aos Direitos Humanos e treinar competências como oratória, debate, habilidade de pesquisa e conhecimento teórico e prático de Direito.

Renata e Bruno, oradores em Washington, DC
Renata e Bruno, oradores em Washington, DC

Em setembro de 2009 já começam os trabalhos. Logo, o NEI publicará o edital de seleção da equipe. Aos interessados, entrar em contato pelo e-mail institucional: p5-corteidh@nei-arcadas.org.

Anúncios

Uma resposta em “O caminho para Washington, por Renata Laurino

  1. Pingback: FAQ sobre o NEI « Blog do NEI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s