Lançamento do Livro: Direitos Humanos e Empresas: o Estado da Arte no Direito Brasileiro

Imagem

17436312_1068068863295026_7595917118481134189_o

Anúncios

Aberto o Edital de Seleção da da atividade de cultura e extensão – Atuação nos Sistemas Regionais e Globais de Direitos Humanos

stão abertas inscrições para a disciplina “Atividade Cultura e Extensão” do Projeto de Atuação nos Sistemas Regionais e Globais  de Direitos Humanos (P5′). As vagas são destinadas a alunas e alunos matriculados do 1º ao 5º ano da graduação da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. A atividade é supervisionada pelo Professor Associado André de Carvalho Ramos.

Projeto de Atuação no Sistema Interamericano de Direitos 

O P5′ surgiu em 2009 com o objetivo de implantar um novo modelo de educação e advocacia em Direitos Humanos, baseado na participação em competições de julgamento simulado em direitos humanos. A preparação para essas competições exige a aplicação de uma metodologia específica que, aliando teoria e prática, permite desenvolver nos estudantes matriculados habilidades consideradas primordiais no ensino jurídico, dentre elas a reflexão a partir de problemas, elaboração de interpretações jurídicas sobre os fatos do caso concreto; treino de oratória e redação de textos jurídicos; além de foco na capacidade argumentativa ao invés de mera memorização de jurisprudência e legislação.

Durante as reuniões presenciais, leituras críticas subsidiam a discussão sobre temas de direitos humanos, o desenvolvimento da jurisprudência internacional neste campo e o funcionamento de cortes internacionais de direitos humanos, como a Corte Interamericana de Direitos Humanos. Além disso, a cada reunião é exigido de uma parte dos alunos matriculados o estudo de um caso prático para a realização de uma simulação, nos moldes das competições. Neste primeiro semestre de 2017 as  atividades serão voltadas ao aprendizado desta metodologia e de habilidades essenciais para a participação em competições.

Atualmente o grupo participa de três competições: Competição de Julgamento Simulado do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, da American University Washington College of Law;  Nelson Mandela World Human Rights Moot Court Competition, e Tulane University e Price Media Moot Court Competition, da Oxford University.

A participação nessas atividades não implica na escolha automática dos participantes como oradores na competição. A escolha dos oradores será feita no segundo semestre de 2017, quando são disponibilizados os casos hipotéticos, a partir de um novo processo seletivo.

12651368_1226281374051961_4255852031912925065_n.jpg

Para informações sobre os critérios de seleção, consulte o edital:

Edital 2017

Resultado Processo Seletivo Nuremberg Moot Court

Anunciamos o resultado do processo seletivo para o “Nuremberg Moot Court 2017”., relacionado ao P9. Foram selecionados os seguintes competidores:

Alexandre Eddie Diniz de Oliveira
André Ramos Rocha e Silva
Luisa Angélica Mendes Mesquita
Vinícius Novo Soares de Araújo

Parabenizamos os(a) selecionados(a), assim como os demais participantes do processo seletivo. Os(a) alunos(a) representarão a Faculdade em Nuremberg entre os dias 26 e 29 de julho. A competição consiste na simulação de um julgamento perante o Tribunal Penal Internacional, através de fases de pesquisa, escrita e sustentações orais na língua inglesa.

Para mais informações: http://www.nuremberg-moot.de/

Aberto o Edital de Seleção da da atividade de cultura e extensão – Atuação nos Sistemas Regionais e Globais de Direitos Humano

Estão abertas inscrições para a disciplina “Atividade Cultura e Extensão” do Projeto de Atuação nos Sistemas Regionais e Globais  de Direitos Humanos (P5′). As vagas são destinadas a alunas e alunos matriculados do 1º ao 5º ano da graduação da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. A atividade é supervisionada pelo Professor Associado André de Carvalho Ramos.

Projeto de Atuação no Sistema Interamericano de Direitos 

O P5′ surgiu em 2009 com o objetivo de implantar um novo modelo de educação e advocacia em Direitos Humanos, baseado na participação em competições de julgamento simulado em direitos humanos. A preparação para essas competições exige a aplicação de uma metodologia específica que, aliando teoria e prática, permite desenvolver nos estudantes matriculados habilidades consideradas primordiais no ensino jurídico, dentre elas a reflexão a partir de problemas, elaboração de interpretações jurídicas sobre os fatos do caso concreto; treino de oratória e redação de textos jurídicos; além de foco na capacidade argumentativa ao invés de mera memorização de jurisprudência e legislação.

Durante as reuniões presenciais, leituras críticas subsidiam a discussão sobre temas de direitos humanos, o desenvolvimento da jurisprudência internacional neste campo e o funcionamento de cortes internacionais de direitos humanos, como a Corte Interamericana de Direitos Humanos. Além disso, a cada reunião é exigido de uma parte dos alunos matriculados o estudo de um caso prático para a realização de uma simulação, nos moldes das competições. Neste primeiro semestre de 2017 as  atividades serão voltadas ao aprendizado desta metodologia e de habilidades essenciais para a participação em competições.

Atualmente o grupo participa de três competições: Competição de Julgamento Simulado do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, da American University Washington College of Law;  Nelson Mandela World Human Rights Moot Court Competition, e Tulane University e Price Media Moot Court Competition, da Oxford University.

A participação nessas atividades não implica na escolha automática dos participantes como oradores na competição. A escolha dos oradores será feita no segundo semestre de 2017, quando são disponibilizados os casos hipotéticos, a partir de um novo processo seletivo.

Para informações sobre os critérios de seleção, consulte o edital:

Edital P5′ 2017

A Equipe Price USP 2017 conquistou seu lugar na rodada mundial da Price Media Law Moot Court Competition, organizada pela Universidade de Oxford!

A Price é uma competição que ocorre em duas fases, uma regional e uma mundial. Na competição são realizados julgamentos simulados. O caso desse ano apresenta uma discussão sobre discurso de ódio e incitação à violência em mídias sociais, abarcando questões de minorias e liberdade de manifestação política e religiosa.

Entre as 12 faculdades de direito competindo na fase das Américas, realizada na Benjamin N. Cardozo School of Law, em Nova York, entre os dias 25 e 29 de janeiro, a equipe da Faculdade de Direito da USP ficou entre as seis melhores, ao lado de equipes da Columbia University, University of Notre Dame e Brooklyn Law School.

Agora, a equipe da USP vai representar o Brasil e a Faculdade de Direito do Largo São Francisco na fase mundial em Oxford, realizada entre os dias 3 e 7 de abril, competindo com faculdades de direito do mundo todo.

O desempenho da Equipe Price USP 2017 na competição deste ano representa uma continuidade dos resultados apresentados pelas equipes da USP em anos anteriores. As equipes da USP sempre conseguiram a classificação para a fase final em Oxford, sendo que frequentemente são classificadas com a melhor equipe latino-americana.

A equipe desse ano tem como coach o aluno da graduação Daniel Campos, além dos membros Bernardo Dantas, Gustavo Torrecilha, Isabel Magalhães Teles, Maria Beatriz Previtali, Mariana Sonoda e Victoria Vormittag.

Agradecemos ao escritório Barbosa Müssnich & Aragão Advogados pelo incentivo à Equipe USP.

pricenova