Equipe FDUSP é premiada em Washington D.C. e conquista posição inédita na etapa internacional da Philip C. Jessup Moot Court Competition

29597688_1115971435219659_9042923599678424844_n

O time da USP concluiu sua participação na 59º edição da Philip C. Jessup Moot Court Competition, a maior competição de julgamento simulado do mundo que reuniu 121 universidades para a etapa internacional em Washignton D.C., entre 1 e 7 de abril de 2018. Este ano o caso abordava pedidos referentes à validade de uma sentença arbitral interestatal, a violação de um Tratado de Amizade Comércio e Navegação entre os Estados fictícios; direito do mar, a legalidade da posse de armas nucleares e o uso da força autorizado pelo Conselho de Segurança da ONU.

Na etapa classificatória, a equipe FDUSP representou o Brasil e enfrentou as excelentes universidades do Iraque (American University of Iraq-Sulaimani), Rússia (Kutafin Moscow State Law University), Suíça (Universidade de Genebra) e Portugal (Universidade de Lisboa) e avançou com 4 vitórias para a rodada de 32. Em fase eliminatória, o time enfrentou a runner-up de 2017, Norman Manley Law School (Jamaica) e avançou para as oitavas de final. Na sequência, após uma rodada acirrada presidida pelo autor do caso deste ano, Peter Tzang, infelizmente, a equipe USP perdeu para a tradicional Kings College London, deixando a competição nas oitavas de final.

Pela primeira vez na história, a equipe FDUSP conquistou o 7º Lugar Geral, marcando a melhor participação da USP em 59 anos de Jessup, e ambos os oradores foram classificados entre os 50 melhores oradores no mundo, com o membro Luis Felipe Yonezawa sendo eleito o 3º melhor orador da competição.

WhatsApp Image 2018-04-17 at 18.14.50

A equipe USP faz parte do P2 do NEI e é composta pelos membros Anna Carolina Monte Alto, Eloisa Gomes, Giulia Ferrigno, Leticia Machado Hartel e Luis Felipe Yonezawa, acompanhados pela coach Isabela Rubin Corrales.

O P2 agradece a todos os familiares, professores, amigos e convidados que dispuseram do seu tempo para apoiar a equipe. Em especial, agradecimentos são devidos aos patrocinadores Magalhães e Dias Advocacia, Faculdade de Direito da USP, Pinheiro Neto Advogados e Mattos Filho Veiga Filho Marrey Jr. e Quiroga Advogados, por tornar a participação possível.

O NEI parabeniza a equipe!

Em breve divulgaremos o edital para 2019.

WhatsApp Image 2018-04-16 at 19.49.31 (1)Design sem nome

WhatsApp Image 2018-04-17 at 18.13.25

 

 

Anúncios

Aberto o Edital de Seleção para a Clínica de Direito Internacional dos Direitos Humanos do Núcleo de Estudos Internacionais (até dia 10)!

20864409_10207413077123724_1050604014_n

O Projeto 5 do Núcleo de Estudos Internacionais, a Clínica de Direito Internacional dos Direitos Humanos (CDIDH), consiste em Atividade de Cultura e Extensão da FDUSP, aprovada no Departamento de Direito Internacional e Comparado e orientada pelo Prof. Associado André de Carvalho Ramos.

O projeto busca, desde 2009, implantar um novo modelo de educação e advocacia em Direito Internacional dos Direitos Humanos (DIDH), baseado na participação em competições de julgamento simulado em direitos humanos e na realização de projetos clínicos.

13177974_10204787372282796_8752191876898041722_n

Letícia Machado Haertel e Juliana da Cunha Mota, campeãs em 2015 do Nelson Mandela Moot representando a USP através do Projeto 5 do NEI-FDUSP.

O projeto possui duas frentes de atuação: Uma focada no ensino clínico do DIDH por meio de encontro semanais e projetos clínicos, e outra focada no ensino do DIDH através da participação nas “Moot Court Competitions”.

  • Neste primeiro semestre de 2018, o Projeto selecionará 10 (dez) estudantes* para integrar o grupo de estudos e participar dos encontros semanais e do projeto clínico.
  • Para o segundo semestre, será feita a seleção para as seguintes competições: Competição de Julgamento Simulado do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, da American University Washington College of Law;  Nelson Mandela World Human Rights Moot Court Competition, do Centre for Human Rights em parceria com o Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos; e Price Media Law Moot Court Competition, da Oxford University.

Obs.: A participação nas atividades do primeiro semestre não implica na escolha automática dos(as) participantes como competidores(as), mas serve como importante base de aprendizado para as atividades do segundo semestre.

As vagas são destinadas a alunos(as) do 1º ao 5º ano da FDUSP e as atividades serão supervisionadas por Davi Quintanilha Failde de Azevedo, mestrando em Direito na FDUSP e Letícia Machado Haertel e Beatriz Canhoto, graduandas pela Faculdade de Direito da USP.

O edital pode ser encontrado aqui. Venha fazer parte da nossa história!

 

CRONOGRAMA:

03.03

Lançamento do edital

10.03

Entrega dos documentos até as 23h59 horas. Os documentos deverão ser enviados em e-mail único para o e-mail: sistemaidh@gmail.com.

12-13.03

Realização das entrevistas a partir de horário a definir e previamente marcado.

14.03

Divulgação dos resultados

16.03

Início das atividades

 

* A diretoria reserva o direito de ampliar ou reduzir o número de vagas disponíveis no decorrer do processo seletivo.

Equipe da FDUSP é campeã da Philip C. Jessup Moot Court Competition e vai representar o Brasil em Washington D.C.

28238511_10210280892372680_194302078755841479_oA Philip C. Jessup International Law Moot Court Competition é uma competição de julgamento simulado de uma disputa perante a Corte Internacional de Justiça (CIJ), organizada pela International Law Students Association (ILSA). A Competição foi fundada na Universidade de Harvard, em 1960. Desde então, tornou-se a maior competição de julgamento simulado do mundo, reunindo, anualmente, cerca de 600 universidades de 90 países diferentes.

Em 2018, a etapa classificatória brasileira ocorreu em Florianópolis (SC), entre os dias 21 a 24 de fevereiro, e contou com a presença de 15 universidades, vindas de todo o Brasil. Na final, a USP enfrentou a Faculdade Federal da Bahia (UFBA), perante a juíza presidente Maria de La Fuente, e os juízes Hugh Adsett e Tulio Toledo, e por unanimidade, foi eleita campeã da etapa nacional.

28336392_10210284050211624_1682713277070234622_o

Em nota histórica, a equipe da Faculdade de Direito do Largo São Francisco foi a primeira campeã da Taça da Amizade Brasil-Canadá, entregue pessoalmente pelo embaixador do Canadá no Brasil, Rick Savone. A equipe também recebeu prêmios de Second Place Best Memorial, First Place Best Oralist, para Letícia Machado Haertel, e Second Place Best Oralist, para Luis Felipe Yonezawa.

Agora a equipe se prepara para representar o Brasil na etapa mundial, em Washington D.C., entre os dias 1 a 7 de abril de 2018, onde irá enfrentar mais de 200 faculdades de todo o mundo.

28164421_10210279970549635_1907041458991045504_oEsse ano, o time USP é formado pelos membros Anna Carolina Monte Alto, Eloisa Gomes, Giulia Ferrigno, Leticia Machado Hartel e Luis Felipe Yonezawa, acompanhados pela coach Isabela Rubin Corrales.

O NEI deseja sucesso à equipe em Washington!

28168661_1596327057088009_2478115054377986999_n

28234767_10210280892612686_3163883219663738197_o

 

Equipe FDUSP ganha prêmio na Price Moot Court e é classificada para as rodadas mundiais!

 

ebc1386f-32c5-442c-b0e4-747442958584

A Price Media Law Moot Court Competition é uma competição de julgamento simulado organizada pela Universidade de Oxford que ocorre em duas fases, uma regional e outra mundial. O caso hipotético desse ano lidava com a problemática de distribuição de imagens íntimas e fake news na internet, bem como a responsabilidade de plataformas de mídias sociais sobre esse tipo de conteúdo.

A fase regional das Américas aconteceu em Nova York entre os dias 1 e 4 de fevereiro, e a equipe da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo atingiu seu melhor resultado desde sua primeira participação na competição. A equipe classificou-se para a fase mundial em Oxford no top 4 das rodadas americanas, chegando às semifinais e sendo a melhor equipe latinoamericana na competição. Além disso, os memoriais da equipe receberam o prêmio de Runner Up Best Memorials.

Agora, a equipe da USP vai representar o Brasil e a Faculdade de Direito do Largo São Francisco na fase mundial em Oxford, realizada a partir de 8 de abril, competindo com faculdades de direito do mundo todo.

A equipe desse ano tem como coach a aluna da graduação Letícia Haertel, além dos membros Carolina Martins, Daniel Correa, Lara Yokota, Maria Beatriz Previtali, Nicholas Ciglioni e Victoria Vormittag.

O NEI deseja à equipe uma boa competição nas rodadas mundiais!

[COMUNICADO] NOVO PRAZO PARA INSCRIÇÃO PARA AS COMPETIÇÕES!

20864409_10207413077123724_1050604014_n

O processo seletivo para a formação das equipes para as competições de julgamento simulado  – Moot Courts – de 2017/2018 será estendido por mais uma semana. Assim, serão aceitas inscrições e pontos argumentativos até 23:59 do dia 23.08. Não serão feitas outras extensões de prazo.

Tal prorrogação ocorrerá devido aos diversos conflitos de horário apresentados por candidatos/as com as reuniões de quarta. Assim sendo, a coordenação decidiu suprimir do edital a obrigação de comparecer nas reuniões de quarta-feira (item 5.3.1 do edital) caso o/a candidato/a se comprometa a uma carga de leitura básica para compensar uma eventual ausência de conteúdo.

Os/as candidatos/as que já submeteram ponto argumentativo terão a opção de mandar um novo ponto até 23.08 caso desejarem. Tal submissão não é obrigatória.

Serão aceitas candidaturas para (i) a 23ª Competição de Julgamento Simulado do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, para (ii) a 11ª Price Media Law Moot Court Competition  e para (iii) a 10ª Nelson Mandela World Human Rights Moot Court Competition. As inscrições para o grupo de estudos estão encerradas e o resultado será divulgado no domingo.

AINDA DÁ TEMPO PARA VOCÊ PARTICIPAR! MAIS INFORMAÇÕES NO EDITAL